Faça uma Doação, AJUDE!
Baixar Páginas Sem Glória - Sérgio Sant’Anna ePub PDF Mobi ou Ler Online

Páginas Sem Glória

Faça uma Doação, AJUDE!

Descrição

Este novo livro de Sérgio Sant’Anna traz três textos bem diferentes entre si, tanto na forma como na temática. O ponto alto é a novela que encerra o volume e lhe empresta o título. “Páginas sem glória” é ambientada no Rio de Janeiro do início dos anos 1950, com sua boemia povoada de personagens rodriguianos e seus brasileiríssimos dramas em torno do mundo da bola. A novela narra a história de José Augusto do Prado Almeida Fonseca, um boa- vida pinçado do futebol de areia e levado ao Fluminense pelo olheiro Luiz Andrade. Desde os primeiros parágrafos, Zé Augusto é pintado como um adorável sem-vergonha, um anárquico poeta da bola. A saga desseanti-herói é narrada com o mais saboroso humor, num texto que já nasce como um clássico da literatura futebolística.Antes de “Páginas sem glória”, abrindo o volume, temos “Entre as linhas”, uma pequena obra-prima de narração literária. Esse conto se inicia com o “autor”, Fernando, expondo que pediu a uma amiga para ler a “pequena novela” que acabara de escrever. Ela então anota seus comentários nas entrelinhas do texto. O que nos é dado a ler não é a narrativa original, mas as anotações da leitora-crítica. O engenhoso procedimento resulta numa composição que fisga a atenção para diversas histórias espelhadas.No segundo conto, “O milagre de Jesus”, a voz em primeiro plano é a de um indigente chamado Jesus que relata a um amigo certo milagre por ele realizado. Numa igreja, ele é confundido com Jesus Cristo por uma mulher desesperada, que foi estuprada por três “filhinhos de papai” e descobre estar grávida. Ela vem pedir seu conselho e ele a demove da decisão de abortar. Mas Jesus é enxotado da igreja pelo pároco e pragueja contra Deus e o mundo. Por coincidência, um casal de cineastas “do bem” está nos arredores e presencia sua fúria. Os cineastas e o indigente acabam fazendo um filme em parceria, e nele Jesus faz questão de mostrar-se em cenas de amor fraterno, de acordo com o clichê que envolve o seu nome.